quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Overkill

Formação
Bobby "Blitz" Ellsworth - vocal
Carlos "D.D." Verni - baixo
Dave Linsk - guitarra
Derek Tailer - guitarra
Ron Lipnicki - bateria

RESUMO

          Overkill é uma banda estado-unidense de thrash metal formada em 1980 na cidade de Nova Jersey. A banda está ativa desde 1984, tendo gravado 15 álbuns de estúdio, 2 EP, 2 álbuns Ao Vivo, e um álbum de covers. A banda também possui um mascote emblemático (de nome Charly), que é um morcego esquelético com a cara de uma caveira, asas de ossos e olhos verdes. Aparece constantemente nos álbuns da banda. O Overkill passou por várias mudanças em sua formação original, restando ainda como membros fundadores, o vocalista Bobby "Blitz" Ellisworth e o baixista D.D Verni.

História

Surgimento: anos 80

       O Overkill nasceu em Nova York (EUA) em 1982, logo depois da explosão do heavy metal e do Thrash metal da Bay Area de São Francisco. Formado por Bobby "Blitz" Ellsworth no vocal, Dan Spitz na guitarra, D.D.Verni no baixo e Rat Skates na bateria, teve seu nome inspirado na música "Overkill" do Motörhead. Tem como marca registrada muito senso de humor e cada álbum traz uma piada da banda, muitas vezes sútil.

          Antes de lançarem o primeiro álbum, a banda já havia gravado as demos “Power In Black” (1982) e “Rotten To The Core” (1983), além de, em 1984, participarem com a música “Death Rider” da compilação “Metal Massacre 5”, produzida pela Metal Blade Records.

         No ano seguinte Dan Spitz é chamado pelo Anthrax e Bobby Gustafson entra em seu lugar. É então lançado o primeiro álbum da banda, “Feel the Fire”, que apesar da produção de Alex Perialas e Jon Zazula, contou com pouca qualidade técnica da Megaforce Records.

        A Atlantic Records assina parceria com a Megaforce e investe mais na banda de um modo geral. As gravações ficam melhores em “Taking Over”, o segundo trabalho do Overkill, que sai em 1987. Para a divulgação do álbum, a banda entra em tour. Dela são gravadas 4 faixas ao vivo: "Rotten to the Core", "HammerHead", "Electro-Violence" e "Use Your Head", mais a inédita "Fuck You", gravada no Phantasy Theatre (Cleveland), em junho, que vão para o EP "Fuck You". A capa era a foto de um dedo médio levantado e gerou muita polêmica até ser censurado e a gravadora obrigada a lançá-lo com uma embalagem de plástico fosco. Como em todo trabalho do Overkill, a piada aqui é a música “You Are My Sunshine” tocada no meio de “Rotten To The Core”.

         Ainda em 1987 a Atlantic Records lança “Power Chords, Vol. 1”, uma compilação em que o Overkill participa com a música “Wrecking Crew”. Entre outras bandas, fizeram parte Anthrax com “N.F.L.”, Testament com “Apocalyptic City”, Savatage com “Hall of the Mountain King” e Manowar com “Black Wind, Fire and Steel”.

         No final da tour de “Taking Over”, o baterista Rat Skates deixa a banda e em seu lugar entra Sid Falck. Em 1988 é lançado “Under the Influence” que vendeu mais de 300 mil cópias no mundo, mas apesar disso é considerado um dos piores álbuns da banda. As fotos da capa são de Frank White e de Dan Muro.

          “The Years of Decay” é lançado no ano seguinte, 1989. A faixa “E.Vil N.Ever D.Ies” marca o final da sequência que se originou com a música “Overkill” de “Feel the Fire”, “Overkill II (The Nightmare Continues)” de “Taking Over” e “Overkill III (Under the Influence)” de “Under The Influence”. Além disso, percebe-se que a fase mais voltada ao ocultismo nas letras e peso arrastado chega ao fim. Nessa época sai o guitarrista Bobby Gustafson e para seu lugar são recrutados Merritt Gant e Rob Cannavino, que havia sido roadie do Armored Saint e do próprio Overkill por um longo tempo. 

2010-atualmente

           Em 30 de outubro de 2009, foi revelado que o Overkill fechou um contrato com a Nuclear Blast Records. O próximo álbum, "Ironbound", que é descrito como uma verdadeira obra de thrash metal, está agendado para lançamento em 29 de janeiro de 2010.

           O Overkill, contemporâneo de Exodus, Testament, Voivod, Sacred Reich e Death Angel, ficou conhecido principalmente por sua técnica e alta velocidade. É hoje uma das poucas bandas que ainda mantém o thrash metal puro e cadenciado com a essência das bandas dos anos 1980.

          A KillFest South America Tour 2010 passará por São Paulo em 19 de março no Clash Club comemorando os 25 anos de Over "Fucking' Thrash Metal" Kill !!!

 

Morre o vocalista dos Monkees

Músico sofreu um ataque cardíaco

          O vocalista dos Monkees, Davy Jones, morreu hoje (29/2) pela manhã, após sofrer um ataque cardíaco. Jones entrou para o The Monkees em 1965, junto com Micky Dolenz, Michael Nesmith e Peter Tork. O grupo foi criado por produtores de TV para fazer uma série fictícia sobre uma banda de rock de verdade, mas acabou fazendo sucesso com músicas como “Daydream Believer”, “Last Train to Clarksville” e “I’m a Believer”. Davy Jones tinha 66 anos e deixa esposa e quatro filhas.

Overkill - single do novo álbum disponível

"The Electric Age" sai no dia 30 de março
          A música “Electric Rattlesnake”, do Overkill, está com a audição disponível. Ela faz parte do novo álbum do grupo, “The Electric Age”, a ser lançado no dia 30 de março. O disco foi gravado no Gain Studios, em New Jersey, de propriedade do baixista D.D. Verni. “The Electric Age” sucede “Ironbound”, lançado em 2010. Na formação atual estão, além de Verni, Bobby “Blitz” Ellsworth (vocal), Dave Linsk e Derek “The Skull” Tailer (guitarras) e Ron Lipnicki (bateria).






Fonte: Rock em Geral

Labirinto lança EP em abril

Grupo tem turnê no exterior confirmada
           O Labirinto já concluiu as gravações do EP “Kadjwynh”, a ser lançado em abril. As sessões foram realizadas no Dissenso Studio, e a mixagem foi feita por Paulo Penov, no Mosh Studios. A masterização ficou por conta do americano Bob Weston (Shellac/Mission of Burma), o mesmo que trabalhou com o grupo em “Anatema”, o álbum anterior.

          No exterior, o EP será lançado numa turnê por Estados Unidos e Canadá, em março e abril. O Labirinto já foi confirmado nos festivais Canadian Music Fest, em Toronto, no Canadá, e Heart of Texas Rock Fest, em Austin, nos Estados Unidos. Outra apresentação que de destaca no giro é o show na Casa del Popolo, em Montreal, de propriedade de integrantes do Godspeed You! Black Emperor, ícone do post-rock, onde irão tocar também Thisquietarmy e Sweet Mother Logic. Para saber todas as datas e outras informações, acesse: www.labirinto.mus.br 




Fonte: Rock em Geral

Deep Purple - baterista prevê melhora de Jon Lord

Ian Paice espera trabalhar com o tecladista em abril ou maio
            Em uma entrevista concedida a uma rádio canadense, o baterista do Deep Purple, Ian Paice, se mostrou otimista quanto à recuperação do ex-tecladista e membro fundador do grupo, Jon Lord, que trava uma batalha contra o câncer. “Ele foi diagnosticado com câncer no pâncreas, em estágios bem iniciais”, disse Paice. “As notícias do Jon são boas. Não há mais produção de células cancerosas, e aquelas que estão no organismo, estão sendo retiradas com um tratamento novo de Israel. Já estamos pensando em trabalharmos juntos em abril ou maio”, finalizou o baterista, que costuma fazer gravações com Jon Lord.



Fonte: Rock em Geral

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Lemmy perde a voz e Motorhead cancela Show

Mas a turnê continua
            O show que o Motörhead faria hoje (28/2), como parte da turnê “Gigantour”, no Filmore, em Denver, no Colorado, Estados Unidos, foi cancelado porque o líder do grupo, Lemmy Kilmister, está sem voz. Lemmy, entretanto, deve estar apto para seguir nas outras datas da turnê - três no total -, que inclui ainda Megadeth, Lacuna Coil e Volbeat.



Fonte: Rock em Geral

Foo Fighters - biografia de Dave Grohl sai no Brasil

Pré-venda começa no próximo dia 7
             A biografia “Dave Grohl – Nada A Perder” ganha edição nacional. O livro, com mais de 200 páginas, conta a história do líder do Foo Fighters desde sua infância em Springfield, Virginia, passando pelos tempos em que foi baterisa do Nirvana, até o sucesso dos dias de hoje. O autor Michael Heatley já escreveu mais de 30 biografias, incluindo artistas como Bon Jovi, John Lennon, Deep Purple e Neil Young. A tradução para o português foi feita por Tony Aiex, e o lançamento é da Edições Ideal. A pré-venda começa no próximo dia 7, através das lojas Saraiva.





Fonte: Rock em Geral

Walverdes disponibiliza discografia "quase" completa

O Grupo reúne o material todo num só endereço da web
            O grupo gaúcho Walverdes disponibiliza a íntegra de seus quatro álbuns e de dois EPS. São eles “Breakdance”, “Playback”, “Anticontrole” e “Walverdes” (os álbuns) “90 Graus” e “Demasiada Sequela” (os EPs). Além deles, três demos tapes também podem ser baixadas: “Ao Vivo no Japão”, “Demo Amarela” e “Vai, Criança, Faz a Tua Arte”. Com isso, resta apenas a disponibilização de duas demos, lançadas em 1993 e que ainda precisam ser digitalizadas. Todo o material está disponivel nesse endereço. http://tramavirtual.uol.com.br/walverdes


Fonte: Rock em Geral

"The Wall" fecha a série de relançamentos do Pink Floyd

Edição "Immersion" tem sete discos
           O lançamento das versões “Immersion” e “Experience” do álbum “The Wall” encerra a fase de relançamentos do Pink Floyd este mês. Em junho do ano passado, como resultado entre um acordo entre os integrantes do grupo e a gravadora EMI, foi anunciado o relançamento de toda a discografia do grupo, incluindo a supercaixa “Discovery”, a coletânea “The Best Of Pink Floyd: A Foot in the Door”, e versões especais (”Immersion” e “Experience”) para os álbuns “The Dark Side Of The Moon” (1973) e “Wish You Were Here” (1975), que saíram no ano passado, e “The Wall” (1979), que sai agora.

           A edição “Immersion” tem sete discos e inclui um DVD com imagens da turnê de 1980 e o documentário “Behind The Wall”. Pela primeira vez, trechos das demos Roger Waters e versões incompletas das músicas que fazem parte do álbum são reveladas. Há ainda versões inéditas de David Gilmour para o clássico “Comfortably Numb” e para “Run Like Hell”. O box é arrematado com um CD ao vivo, com material da turnê de 1980-81. Tanto o box “Immersion” quanto a edição “Experience” incluem uma gravação rara de “Another Brick In The Wall, Part 1″.

         Lançado em novembro de 1979, “The Wall” chegou ao topo das paradas nos Estados Unidos, França, Alemanha, Suécia e Austrália. A música “Another Brick In The Wall, Part 2″ tornou-se um hit, tendo vendido mais de um milhão de cópias em poucas semanas, depois do lançamento. 

         Não por acaso, o lançamento das edições especiais de “The Wall” no Brasil acontece quando o País está prestes a receber a turnê em que Roger Waters toca a íntegra do disco. Trata-se de uma superprodução que foi realizada pelo Pink Floyd em apenas 29 oportunidades, entre 1980 e 1981, como parte de divulgação do álbum “The Wall”; e em julho de 1990, quando Roger Waters celebrou a queda do muro de Berlim, em uma performace que atraiu quase meio milhão de fãs à Potsdamer Platz. 

Fonte: Rock em Geral

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Arctic Monkeys


Formação
Alex Turner - guitarra e vocal
Jamie Cook - guitarra
Nick O'Malley - baixo
Matthew Helders - bateria e vocal de apoio

RESUMO

         Arctic Monkeys é uma banda de rock britânica formada em 2002 nos subúrbios da cidade de Sheffield, na Inglaterra.

         A banda é geralmente considerada parte da cena indie rock assim como as bandas contemporâneas The Libertines, The Futureheads e Franz Ferdinand. Atingiram o sucesso através de fitas demo e compartilhamento de arquivos. Os Arctic Monkeys alcançaram o sucesso com seu segundo single, "I Bet You Look Good on the Dancefloor", que alcançou o número um no UK Singles Chart. Seu álbum de estréia Whatever People Say I Am, That's What I'm Not, lançado em janeiro de 2006, tornou-se o álbum de estreia vendido mais rápido na história da música britânica, ultrapassando Definitely Maybe do Oasis e continua a ser o mais rápido vendido álbum de estréia de uma banda no Reino Unido. e tendo recebido elogios da crítica, vencendo o Mercury Prize 2006  e o Brit Award for Best British Album em 2007. Ele também foi nomeado para o Grammy de Melhor Álbum de Música Alternativa. O segundo álbum da banda, Favourite Worst Nightmare, foi lançado em 23 de abril de 2007, vendeu mais de 225.000 cópias em sua primeira semana, e foi nomeado para o Mercury Prize 2007. O grupo também recebeu o prêmio de Melhor Álbum Britânico e Melhor Grupo Britânico, no Brit Awards 2008. Seu terceiro álbum, Humbug, foi lançado em 24 de agosto de 2009. Suck It and See é o quarto álbum da banda e foi lançado no da 6 de junho de 2011.

História

        Após ganharem suas guitarras no natal de 2001, os vizinhos Alex Turner e Jamie Cook montaram uma banda com seus amigos da escola, Andy Nicholson, que tocava baixo, e Matt Helders, que se tornou o baterista.

        Sob o nome "Bang Bang", eles tocavam covers de bandas como Led Zeppelin e cantavam com sotaque de Sheffield. Após Alex assumir o vocal e a tarefa de escrever canções (ele na verdade já tinha algumas), eles mudaram o nome da banda para "Arctic Monkeys".

        Após alguns dos primeiros concertos, em 2003, eles começaram a gravar CD demos e distribuí-los para o público. Como a oferta era limitada, os fãs copiaram as canções e as disponibilizaram pela Internet. Até um perfil da banda no site MySpace foi criado, tudo sem que os próprios membros estivessem cientes. Graças a essa divulgação viral pela grande rede, logo não apenas os amigos, mas centenas de pessoas cantavam todas as letras nos concertos.

        Em 2004, sua popularidade chamou a atenção da BBC Radio One e da imprensa britânica. Mark Bull, um fotógrafo amador local filmou uma apresentação ao vivo e fez o videoclipe para "Fake Tales Of San Francisco", lançando-o no seu site, juntamente com a coletânea Beneath The Boardwalk.

         Em maio de 2005 a banda lançou seu primeiro EP, Five Minutes with Arctic Monkeys, com apenas 1500 cópias em CD e 2000 em Vinyl de 7", mas também disponível na iTunes Music Store. Em junho assinaram contrato com a Domino Records e logo depois, tocaram no Carling Stage, palco dos festivais de Reading e Leeds reservado para bandas menos conhecidas.

        Em 2008, Alex Turner, o compositor e também vocalista da banda teve seu "caderninho" de músicas roubado, o que atrasou o inicio das gravações do terceiro álbum da banda. O vocalista conta que ao tentar lembrar das letras das músicas roubadas, ele acabava criando composições completamente novas, o que segundo o proprio, resultou em um trabalho único. No final do ano de 2008, já com alguns riffs de guitarra e as canções prontas, o grupo iniciou as gravações do terceiro álbum. Contando com a produção de James Ford, que já havia trabalhado com Alex em The Age of the Understatement do The Last Shadow Puppets e de Josh Homme, muito procurado para produzir trabalhos de diversas bandas e também vocalista do Queens of The Stone Age, a banda gravou Humbug que foi lançado em 19 de agosto de 2009 no Japão, 21 de agosto no Brasil, Irlanda Australia e Alemanha, dia 24 no Reino Unido e dia 25 nos EUA. Em 6 de junho de 2011 a banda lançou seu quarto álbum de estúdio intitulado Suck It and See, que vendeu mais de 100 mil cópias no Reino Unido.

         Em 26 de fevereiro de 2012, em meio a rumores da gravação de um novo álbum, a banda lançou uma nova canção intitulada "R U Mine?".



"Dave Grohl - Nada a Perder"

 
           "Dave Grohl – Nada a Perder". Esse é o título da biografia de um dos maiores frontman's do Rock N Roll atual. O líder do Foo Fighters teve sua história escrita por Michael Heatley em 200 páginas.

            O livro contém toda a vida de Grohl, desde a sua infância até a banda gigantesca que se tornou o Foo Fighters, passando pelo Nirvana e durante as páginas que se seguem há relatos de shows, clipes, bastidores e muitos depoimentos sobre Dave Grohl.

            A biografia do músico estará disponível em pré-venda a partir de 7 de março na livraria Saraiva e será lançado no Brasil pela Edições Ideal. Ainda não há informações de quando será o lançamento oficial e sobre o preço.

 

Sex Pistols - clássico do punk ganha edição de 35 anos

Acordo com gravadora permite relançamentos

             O lançamento de uma edição especial do clássico álbum “Never Mind the Bollocks, Here’s the Sex Pistols”, dos Sex Pistols, marco do punk inglês, vai dar a largada para uma série de comemorações dos 35 anos do disco. As festividades incluem eventos e outros lançamentos, a serem anunciados ao longo do ano.

            O lançamento só é possível por conta de um contrato assinado pelo líder do grupo, Johnny Rotten (ou John Lydon) com a gravadora Universal, o que significa que os lançamentos sairão no Brasil. Não está descartada a gravação de um disco de inéditas, uma vez que Lydon tem dito recorrentemente que está compondo novas músicas. O problema é que ele está ocupado, no momento, com o lançamento do EP “One Drop” e do álbum “This Is PIL”, com sua outra banda Public Image Ltd.


Fonte: Rock em Geral

Álcool e ataque cardíaco mataram Gary Moore

Guitarrista morreu a um ano
 
           Mais de um ano depois da morte de Gary Moore e uma matéria do jornal britânico “The Telegraph” revela as causas do óbito. Moore sofreu um ataque cardíaco fulminante depois de ter consumido grande quantidade de álcool. De acordo com o jornal, os exames mostram que Moore tinha 380 mg por decilitro de sangue no corpo, o equivalente a cinco vezes mais o limite permitido para dirigir.

          Gary Moore morreu no dia 6 de fevereiro de 2011, quando curtia férias com a namorada na Costa Del Sol, na Espanha. O guitarrista tinha 58 anos e deixou quatro filhos. 




Slash - ouça íntegra de nova música

Disco novo sai em maio


              Caiu na rede a íntegra de uma nova música do guitarrista Slash, “You’re A Lie”. A faixa faz parte do novo álbum do guitarrista, “Apocalyptic Love”, está para ser lançado no dia 22 de maio. No disco, o grupo do guitarrista é apresentado como “Slash Featuring Myles Kennedy And the Conspitators”. Além de Slash e do vocalista Myles Kennedy, participaram das gravações Bobby Schneck (guitarra), Todd Kerns (baixo) e Brent Fitz (bateria). A produção do disco ficou por conta de Eric Valentine (Queens Of The Stone Age).





Fonte: Rock em Geral

Keane lança novo álbum em maio

"Strangeland" sucede "Perfect Symmetry" de 2008
             Está confirmado para o dia 7 de maio o lançamento do novo álbum do Keane, “Strangeland”. A produção do novo trabalho ficou à cargo de Dan Grech-Marguerat (The Vaccines) e o disco tem 12 faixas. O lançamento mais recente do Keane é “Perfect Symmetry”, de 2008. Veja abaixo a lista das músicas:



1- You Are Young
2- Silenced By The Night
3- Disconnected
4- Watch How You Go
5- Sovereign Light Café
6- On The Road
7- The Starting Line
8- Black Rain
9- Neon River
10- Day Will Come
11- In Your Own Time
12- Sea Fog






Fonte: Rock em Geral

Morrissey não se considera um "artista cult"

"Não sou uma puta da mídia"
           Às vésperas de voltar ao Brasil, depois de 12 anos, Morrissey concedeu uma entrevista ao diário “Folha de São Paulo”. Na matéria, publicada na edição desta segunda (27/2) e na qual o assunto The Smiths não foi permitido, o músico disse que não se considera um “artista cult” e que não é “uma puta da mídia”.

          “Não sei ao certo o que significa ser ‘cult’, disse Morrissey. “Sempre achei que significasse que poucas pessoas se interessam por você. Há muito tempo me chamam de ‘artista cult’ e ‘indie’, mas nenhum desses termos são verdadeiros. Eu simplesmente não sou uma puta da mídia, que faz qualquer coisa para aparecer. Acho que todo mundo está deprimido com essa nova era da música porque parece que ela só se interessa por músicas sem sentido”, completou.


          Morrissey faz três shows no Brasil. Em março em Belo Horizonte dia 7 no Chevrolet Haal, no Rio de Janeiro dia 9 na Fundição Progresso, e em São Paulo dia 11 no Espaço das Américas. 




Fonte: Rock em Geral

Ouça uma música inédita do Arctic Monkeys

Grupo postou canção no site oficial
            Uma música inédita do Arctic Monkeys, “R U Mine?” foi postada no site oficial do grupo. A canção, cujos detalhes não foram anunciados, já está à venda no i-Tunes. O Arctic Monkeys é uma das bandas confirmadas para o Lollapalooza, que acontece em abril, no Jockey Club, em São Paulo. O grupo é a atração principal do domingo, dia 8. Streaming logo abaixo

 

domingo, 26 de fevereiro de 2012

Apresentador do Fantástico visita a mansão do Rei do Rock

 
Zeca Camargo visita mansão de Elvis Presley. 

              Zeca Camargo esteve com Priscilla Presley, ex-mulher de Elvis, na mansão em Graceland, nos Estados Unidos.Pela primeira vez, ela abriu os arquivos de Elvis e exibiu as suas relíquias. Os objetos que serão expostos na mostra “Elvis experience”, que acontecerá em outubro, em São Paulo,a entrevista e toda a sua edição irá ao ar neste domingo (26), o Fantástico chega à sua edição 2000 e leva você para um passeio imperdível pela mansão do Rei do Rock. Zeca Camargo foi a Graceland, e foi a própria Priscilla Presley quem mostrou as relíquias do grande ídolo ao repórter.


Alice Cooper quer ver reunião do Guns N' Roses de perto

Músico está otimista quanto ao show do Hall da Fama
                 No programa de rock que comanda numa rádio britânica, Alice Cooper se mostrou confiante quanto à reunião da formação clássica do Guns N’Roses, para tocar na cerimônia do Hall da Fama do Rock. “É muito legal que o Guns N’Roses deixe as diferenças de lado, ao menos por uma noite, e toque na cerimônia do Hall da Fama”, disse Alice. “Eu sei que isso vai acontecer e estareia lá. Quero ver isso”, completou. 

                 As notícias que dão conta de que o grupo realmente se reunirá ganharam força quando o tecladista Dizzy Red, integrante que está há mais tempo no grupo, exceto Axl Rose, afirmou que, sim, “a formação original estará lá”. A cerimônia de ingresso ao Rock And Roll Hall Of Fame acontece no dia 14 de abril, em Cleveland, nos Estados Unidos.  

                A possibilidade de o Guns N’Roses reunir a formação clássica começou a ser aventada antes mesmo de o grupo ser indicado ao Hall da Fama, em setembro. O grupo foi escolhido no primeiro ano em que ficou elegível - é preciso ter completos 25 anos do lançamento do álbum mais relevante, caso de “Appetite For Destruction”, de 1987, que completa o período este ano. Desde a indicação uma pressão para que essa reunião aconteça, ainda que seja só para tocar três ou quatro músicas, vem crescendo. 

                 Recentemente, antigos desafetos de Axl Rose, que é o dono da banda, voltaram a fazer as pazes com o vocalista. Em dezembro, a banda do baixista Duff McKagan, Loaded, não só abriu dois shows da turnê do Guns, nos Estados Unidos, como o próprio Duff subiu no palco para tocar com o grupo. O guitarrista Slash, o maior desafeto de Axl entre os membros da banda, não chegou a tanto, mas tem afirmado que “quer dar um tempo nas brigas com Axl”. 



Fonte: Rock em Geral

Veja quais música o Soulfly deve tocar "hoje" no "Rio"

Grupo se apresentou ontem em São Paulo
             Desde o longínquo ano de 1998, quando tocou para um ginásio da Portuguesa vazio, o Soulfly não dava as caras em São Paulo. Na noite de ontem (25/2), no Via Marquês, Max Cavalera e cia mataram a saudade do público, com um set list que é um apanhado de sua trajetória desde os tempos do Sepultura. Ao todo, foram tocadas sete músicas da sua ex-banda, sendo que em “Troops Of Doom”, o brother Iggor Cavalera tocou no lugar do sobrinho Zyon, titular das baquetas nessa turnê. Do novo álbum, “Enslaved”, apenas uma música entrou no set. 

            Hoje, o Soulfly faz a última apresentação dessa turnê no Brasil, no Circo Voador no Rio. Na sexta, o show foi em Goiânia. Se repetir o repertório do show de São Paulo, serão tocadas as seguintes músicas:


1- Intro
2- Rise Of The Fallen
3- Prophecy
4- Back to Primitive
5- Dowstroy
6- Seek N’ Strike
7- Refuse/Resist
8- Territory
9- Porrada
10- Solo de bateria
11- Tribe
12- No Hope = No Fear
13- Bring It
14- Arise/Dead Embrionic Cells
15- Troops Of Doom
16- Innerself
17- No
18- Attitude
19- Revengeance
20- Roots Bloody Roots
21- Jumpdafuckup/Eye For An Eye





Fonte: Rock em Geral

sábado, 25 de fevereiro de 2012

Edição festiva de clássico do Pantera tem música inédita

"Vulgar Display Of Powe" completa 20 anos
                A edição de aniversário de 20 anos do álbum “Vulgar Display Of Power”, do Pantera, chega às loja no dia 15 de maio. O anúncio foi feito hoje (25/2), data exata do lançamento do álbum original. O CD vem com um DVD de bônus, e uma versão do álbum para download está prevista. A única faixa inédita é “Piss”, sobra das gravaçoes da época. O DVD traz trechos de shows do Pantera e videoclipes das músicas que estão no álbum. Abaixo, a lista completa das músicas: 

                                              Ouça um trecho da música Piss



CD
1- Mouth For War
2- New Level
3- Walk
4- Fucking Hostile
5- This Love
6- Rise
7- No Good (Attack The Radical)
8- Live In A Hole
9- Regular People (Conceit)
10- By Demons Be Driven
11- Hollow
12- Piss
 

DVD
1- Mouth For War - Live In Italy
2- Domination/Hollow - Live In Italy
3- Rise - Live In Italy
4- This Love - Live In Italy
5- Cowboys From Hell - Live In Italy
6- Mouth For War - Video
7- This Love - Video
8- Walk - Video 


Fonte: Rock em Geral

Nazareth

                                                        Formação atual
                                                 Dan McCafferty - vocais
                                               Pete Agnew - baixo e vocais
                                                     Lee Agnew - bateria
                                              Jimmy Murrison - guitarra

                                    RESUMO

            Nazareth é uma banda de rock escocesa. Formada na cidade de Dunfermline, nos anos 1960 pelo vocalista Dan McCafferty, o guitarrista Manny Charlton, o baixista Pete Agnew e o baterista Darrell Sweet, a banda teve vários sucessos, entre eles a composição de Felice e Boudleaux Bryant, "Love Hurts", nos anos 1970.

                                          História

 As origens

          As origens do Nazareth remontam a 1961, ano em que Pete Agnew fundou o "The Shadettes". A primeira formação deste grupo foi: Pete Agnew (guitarra e vocal), Brian 'Pye' Brady (guitarra), Alfie Murray (guitarra), Alan Fraser (bateria) e Bobby Spence (baixo).

         O grupo ganhou consistência, nos anos de 1964 e 1965, com a chegada de Darrel Sweet e Dan McCafferty. Em 1968, dois acontecimentos muito importantes na história da banda: o ingresso do lendário guitarrista Manny Charlton e a mudança do nome para Nazareth.

         Até então o grupo limitava-se a fazer covers; porém, com Manny integrado ao grupo, os escoceses passaram a compor material próprio.

O auge

        Após a mudança para Londres, lançaram seu primeiro disco, chamado Nazareth, em 1971. Em 1972 chamaram a atenção no mundo da música com o seu segundo álbum - Exercises -, o trabalho mais leve já realizado pela banda.

        Em 1973, a banda procurava por um produtor para seu próximo álbum, que haveria de ter um som bem mais pesado que o anterior. A escolha não poderia ter sido melhor: Roger Glover. Segundo Dan McCafferty, "Roger Glover acabou envolvendo-se naquele álbum, pois o Nazareth estava abrindo para o Deep Purple na parte inglesa da turnê. Estávamos procurando um produtor, e então tocamos nossas Demos para o Roger, que obviamente já havia nos visto ao vivo. Ele gostou do material e fomos para o estúdio. Tudo foi muito simples, pois todos sabíamos o que queríamos dentro da banda, e o Roger, por estar em turnê conosco, também sabia. Gravamos tudo em duas semanas, e tínhamos que fazer duas músicas por dia (risos). Teve que ser um trabalho bem objetivo!" (trecho de entrevista publicada na revista Roadie Crew, edição n° 76 - maio/2005 - com reportagem de Claudio Vicentim e fotos de Ricardo Zupa). Assim, surgiu Razamanaz, que lançou o Nazareth ao estrelato e culminou com duas músicas qualificadas entre as dez mais tocadas no Reino Unido - "Broken Down Angel" e "Bad Bad Boy".

          Os dois álbuns que se seguiram, Loud 'N' Proud e Rampant, também foram produzidos por Glover, mas o sucesso foi um pouco menor.

          O mais famoso álbum do Nazareth, Hair of the Dog, foi produzido pela própria banda e surgiu em 1975, sendo um marco para o Rock dos anos 70. Sua interpretação da música dos Everly Brothers "Love Hurts" resultou em disco de platina nos Estados Unidos e teve sucesso similar no Reino Unido. A este se seguiram uma série de álbuns que estão no Top 100 do Billboard 200.

         Em 1978, o guitarrista Zal Cleminson (Sensational Alex Harvey Band) juntou-se ao grupo, gravando apenas dois álbuns com o Nazareth. Zal, todavia, deixou sua marca: seu dueto com Manny Charlton no álbum No Mean City é até hoje lembrado como um dos melhores trabalhos com guitarras já realizados em estúdio. Zal foi substituído por Billy Rankin, na época com apenas 19 anos.

 

     A turnê comemorativa dos 40 anos de Nazareth 

 

          Em 2008, o quarteto escocês, que completa 40 anos ininterruptos de existência, está fazendo uma turnê comemorativa. Para esta turnê, a banda agendou vários shows no Brasil, os quais foram realizados no mês de maio. As cidades brasileiras que receberam a visita dos escoceses nesta oportunidade foram: Maringá, Cascavel, Fortaleza, Joinville, Foz do Iguaçu, Ponta Grossa, São Paulo, Curitiba, Londrina (30/05) e Tubarão. Em dois shows da turnê, o mito Dan McCafferty soube muito bem explorar o que o Brasil tem de melhor: o futebol. Numa junção entre Rock and Roll e a modalidade esportiva, o vocalista do Nazareth subiu ao palco vestindo as camisas de clubes locais. O primeiro foi em Ponta Grossa/PR, com a camisa do Operário Ferroviário E.C. Em outro show da banda, Dan McCafferty vestiu a camisa do Atlético Tubarão da cidade de Tubarão/SC. Os fãs-torcedores foram ao delírio.

        Segundo o site oficial do quarteto escocês, a banda retornará à América Latina no mês de dezembro, ocasião em que poderá realizar novas apresentações em terras tupiniquins. 

 

Pink Floyd

Formação
David Gilmour - vocal e guitarra
Roger Waters - vocal e baixo
Nick Mason - bateria e percussão
Richard Wright - teclados 

RESUMO

            Pink Floyd foi uma banda de rock britânica formada em Cambridge, Inglaterra, em 1965, que atingiu sucesso internacional com sua música psicodélica e progressiva. Seu trabalho foi marcado pelo uso de letras filosóficas, experimentações musicais, capas de álbuns inovativas e shows elaborados. O Pink Floyd é um dos grupos de rock mais influentes e comercialmente bem-sucedidos da história, tendo vendido mais de 300 milhões de álbuns ao redor do mundo. A banda foi induzida ao Hall da Fama do Rock and Roll em 1996.

           A banda, originalmente, consistiu dos estudantes Roger Waters, Nick Mason, Richard Wright e Syd Barrett. Fundado em 1965, eles, inicialmente, tornaram-se populares tocando no cenário underground londrino, no fim dos anos 60. Sob a liderança de Barrett, lançaram dois singles ("Arnold Layne" e "See Emily Play") e um bem-sucedido álbum de estreia, The Piper at the Gates of Dawn, de 1967. O nome Pink Floyd é a abreviação de The Pink Floyd Sound, nome sugerido por Barrett em homenagem a dois músicos de blues admirados por ele: Pink Anderson e Floyd Council.

          O guitarrista e vocalista David Gilmour juntou-se à banda em 1968, meses antes da saida de Barrett do grupo, devido ao seu estado de deterioração mental, agravado pelo uso de drogas. Na sequência da perda de seu principal letrista, Roger Waters tornou-se o principal compositor e líder conceitual do grupo, com Gilmour assumindo a guitarra solo e parte dos vocais. Com essa formação o Pink Floyd atingiu o sucesso internacional com álbuns como The Dark Side of the Moon, Wish You Were Here, Animals e The Wall.

         Wright deixou o grupo em 1979, e Waters em 1985, mas Gilmour, Mason e, subsequentemente, Wright, continuaram a gravar e se apresentar. Waters processou-os por questões legais relacionadas ao uso do nome "Pink Floyd"; todavia, a disputa foi resolvida com uma decisão que permitiu à Gilmour e Mason que continuassem a usar o nome, ainda livrando Waters de quaisquer obrigações contratuais com a banda. Dois álbuns foram lançados após esse conflito: A Momentary Lapse of Reason e The Division Bell. Após quase duas décadas de amargor entre seus membros, o Pink Floyd se reuniu em 2005 para uma única apresentação, no concerto para a caridade Live 8. Wright morreu em 2008. Os membros restantes — Waters, Gilmour e Mason — reuniram-se novamente, para um show da The Wall Tour de Waters, em 12 de maio de 2011, na O2 Arena, em Londres; Gilmour tocou "Comfortably Numb" com Waters e "Outside the Wall" com Mason e Waters.

          Em entrevista concedida ao jornal italiano La Repubblica no dia 3 de fevereiro de 2006, Gilmour indicava o fim do Pink Floyd, declarando que o célebre grupo não produzirá qualquer novo material, nem voltará a reunir-se novamente. No entanto a possibilidade de se fazer uma apresentação similar ao Live 8 não foi descartada tanto por Gilmour ou Mason.

Influências

             Vários artistas foram influenciados pelo trabalho do Pink Floyd: David Bowie cita Syd Barrett como a sua maior inspiração, o guitarrista Steve Rothery da banda Marillion cita o álbum Wish You Were Here como sua maior inspiração; os Pet Shop Boys prestou homenagem ao The Wall durante uma apresentação em Boston; e varias outras bandas foram influenciado pelo Pink Floyd como o Queen, Korn, Nine Inch Nails, Radiohead, Dream Theater, Porcupine Tree, The Mars Volta, Tool, Queensryche, 30 Seconds to Mars, Scissor Sisters, Rush, Gorillaz, Mudvayne, Primus e muitas outras bandas.

            Há também inúmeras bandas que fizeram um tributo ao Pink Floyd. Em 11 de outubro de 2005, a banda de metal progressivo Dream Theater tocou o álbum inteiro The Dark Side of the Moon em Amsterdã, duas semanas depois, em Londres. Por sua parte, Easy Star All-Stars postou um tributo ao Dark Side, com influências de reggae e hip-hop, intitulado Dub Side of the Moon, enquanto a banda de heavy metal Ministry seguiu o exemplo, nomeando Dark Side of the Spoon em seu disco de 1999.

No Brasil

           Pela segunda vez no Brasil (a primeira vez ocorreu em março de 2002), Roger Waters resolve realizar shows no Brasil, onde a banda pela qual ele fez parte por vários anos, jamais passou. E com a promessa de tocar o aclamado álbum The Dark Side of the Moon. Um dos shows realizados em São Paulo ocorreu em 24 de março de 2007 no estádio do Morumbi. Com pouco mais de 40 mil fãs, Roger abriu o show com a tradicional "In the Flesh" (The Wall) acompanhado de fogos de artifício e um show de iluminação.

          Após clássicos como "Shine On You Crazy Diamond" e "Wish You Were Here", ele toca "Sheep" e um porco voador rodeia o estádio e é solto no céu noturno. Depois do intervalo de dez minutos, Roger volta para tocar o álbum The Dark Side of the Moon.

        Também houve um show no Rio de Janeiro com cerca de 33 mil fãs,na Apoteose também com o álbum The Dark Side of the Moon e finalizando o show com a música "Another Brick In The Wall".

 

 

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

O início do Rock N Roll

Como tudo começou nesse género de música que todo o povo desse mundo idólatra...
            Rock é um termo abrangente que define o gênero musical popular que se desenvolveu durante e após a década de 1950. Suas raízes se encontram no rock and roll e no rockabilly que emergiu e se definiu nos Estados Unidos da América no final dos anos quarenta e início dos cinquenta, que evoluiu do blues, da música country e do rhythm and blues, entre outras influências musicais que ainda incluem o folk, o jazz e a música clássica. Todas estas influências combinadas em uma simples estrutura musical baseada no blues que era "rápida, dançável e pegajosa".

            No final das década de 1960 e início dos anos setenta, o rock desenvolveu diferentes subgêneros. Quando foi misturado com a folk music ou com o blues ou com o jazz, nasceram o folk rock, o blues-rock e o jazz-rock respectivamente. Na década de 1970, o rock incorporou influências de gêneros como a soul music, o funk e de diversos ritmos de países latino-americanos. Ainda naquela década, o rock gerou uma série de outros subgêneros, tais como o soft rock, o glam rock, o heavy metal, o hard rock, o rock progressivo e o punk rock. Já nos anos oitenta, os subgêneros que surgiram foram a New Wave, o punk hardcore e rock alternativo. E na década de 1990, os sub-gêneros criados foram o grunge, o britpop, o indie rock e o nu metal. 

            O som do rock muitas vezes gira em torno da guitarra elétrica ou do violão e utiliza um forte backbeat (contratempo) estabelecido pelo ritmo do baixo elétrico, da bateria, do teclado, e outros instrumentos como órgão, piano, ou, desde a década de 1970, sintetizadores digitais. Junto com a guitarra ou teclado, o saxofone e a gaita, são por vezes utilizados como instrumentos solo. Em sua "forma pura", o rock "tem três acordes, um forte e insistente contratempo e uma melodia cativante". 

           A maioria dos grupos de rock são constituídos por um vocalista, um guitarrista, um baixista e um baterista, formando um quarteto. Alguns grupos omitem uma ou mais destas funções e/ou utilizam um vocalista que toca um instrumento enquanto canta, às vezes formando um trio ou duo; outros ainda adicionam outros músicos, como um ou dois guitarristas e/ou tecladista. Mais raramente, os grupos também utilizam saxofonistas ou trompetistas e até instrumentos como violinos com cordas ou cellos. 

Sem contar com o Rei de tudo isso - Elvis Presley também conhecido como "O REI DO ROCK" 
          Elvis Aaron Presley (East Tupelo, 8 de janeiro de 1935 — Memphis, 16 de agosto de 1977) foi um famoso músico e ator, nascido nos Estados Unidos da América, sendo mundialmente denominado como Rei do Rock. É também conhecido pela alcunha Elvis The Pelvis, apelido pelo qual ficou conhecido na década de 1950 por sua maneira extravagante e ousada de dançar. Uma de suas maiores virtudes era a sua voz, devido ao seu alcance vocal, que atingia, segundo especialistas, notas musicais de difícil alcance para um cantor popular. A crítica especializada reconhece seu expressivo ganho, em extensão, com a maturidade; além de virtuoso senso rítmico, força interpretativa e um timbre de voz que o destacava entre os cantores populares, sendo avaliado como um dos maiores e por outros como o melhor cantor popular do século XX.  
         Acompanhado pelo guitarrista Scotty Moore e pelo baixista Bill Black, Presley foi um dos criadores do rockabilly, uma fusão de música country e rhythm and blues.

          Elvis tornou-se um dos maiores ícones da cultura popular mundial do século XX.[3] Entre seus sucessos musicais podemos destacar "Hound Dog", "Don't Be Cruel", "Love me Tender", "All Shook up", "Teddy Bear", "Jailhouse Rock", "It's Now Or Never", "Can´t Help Falling In Love", "Surrender", "Crying In The Chapel", "Mystery Train", "In The Ghetto", "Suspicious Minds", "Don't Cry Daddy", "The Wonder Of You", "An American Trilogy", "Burning Love", "My Boy" e "Moody Blue". Na Europa, canções como "Wooden Heart", "You Don't Have To Say You Love Me", "My Boy" e "Moody Blue" fizeram sucesso. Particulamente no Brasil, foram bem-sucedidas as canções "Kiss Me Quick", "Bossa Nova Baby", "Bridge Over Troubled Water". 

          Após sua morte, novos sucessos advieram, como "Way Down" (logo após seu falecimento), "Always On My Mind", "Guitar Man", "A Little Less Conversation" e "Rubberneckin". Trinta anos depois de morrer, Presley ainda é o artista solo detentor do maior número de "hits" nas paradas mundiais e também é o maior recordista mundial em vendas de discos em todos os tempos com mais de 1 bilhão e meio de discos vendidos em todo o mundo. 

     E é claro que não podemos esquecer o melhor guitarrista de todos os tempos Jimi Hendrix 
            James Marshall "Jimi" Hendrix (nascido Johnny Allen Hendrix; Seattle, 27 de novembro de 1942 – Londres, 18 de setembro de 1970) foi um guitarrista, cantor e compositor norte-americano. Frequentemente é citado por críticos e outros músicos como o melhor guitarrista da história do rock, e um dos mais importantes e influentes músicos de sua era, em diferentes diversos gêneros musicais. Depois de obter sucesso inicial na Europa, conquistou fama nos Estados Unidos depois de sua performance em 1967 no Festival Pop de Monterey. Hendrix foi a principal atração, dois anos mais tarde, do icônico Festival de Woodstock e do Festival da Ilha de Wight, em 1970. Hendrix dava preferência a amplificadores distorcidos e crus, dando ênfase ao ganho e aos agudos, e ajudou a desenvolver a técnica, até então indesejada, da microfonia. Hendrix foi um dos músicos que popularizou o pedal wah-wah no rock popular, que ele utilizava frequentemente para dar um timbre exagerado a seus solos, particularmente com o uso de bends e legato baseados na escala pentatônica. Foi influenciado por artistas de blues como T-Bone Walker, B.B. King, Muddy Waters, Howlin' Wolf, Albert King e Elmore James, guitarristas de rhythm and blues e soul como Curtis Mayfield, Steve Cropper, assim como de alguns artistas do jazz moderno. Em 1966, Hendrix, que tocou e gravou com a banda de Little Richard de 1964 a 1965, foi citado como tendo dito: "Quero fazer com minha guitarra o que Little Richard faz com sua voz."

E concluindo o início do Rock a lenda do Heavy Metal - Black Sabbath
            Black Sabbath é uma banda de heavy metal formada no ano de 1968 em Birmingham, Reino Unido. Sua formação original era composta por Ozzy Osbourne (vocais), Tony Iommi (guitarra), Geezer Butler (baixo) e Bill Ward (bateria). Posteriormente, houve numerosas mudanças na banda, e Iommi era o único componente fixo. Embora às vezes, sejam classificados como uma banda de hard rock (Butler define o estilo uma vez blues pesado e distorcido), Black Sabbath é considerado o pioneiro e também um dos primeiros grupos a tocar o estilo heavy metal ao lado de Led Zeppelin e Deep Purple e também contribuíram muito para o desenvolvimento deste tipo de gênero. Desde da sua formação, foram vendidos mais de cem milhões de cópias dos álbuns.

Esse foi o começo do melhor género de música do mundo. I LOVE ROCK N' ROLL 

Assista ao novo videoclipe do Deicide

A música "Conviction" está no álbum "To Hell With God" recém lançado.
            O novo videoclipe do Deicide, para a música “Conviction”, está disponível nesse endereço. A direção do vídeo ficou por conta da dupla David Brodsky e Tim Kellen, e animação foi feita por Tim Kellen. “Conviction” é a terceira faixa do disco mais recente do grupo, “To Hell With God”, lançado esse mês, sob a produção de Mark Lewis (Chimaira). Veja abaixo a lista das músicas que estão no disco:

1- Save Your
2- Empowered By Blasphemy
3- Conviction
4- Hang In Agony Until You’re Dead
5- To Hell With God
6- Servant Of The Enemy
7- Witness Of Death
8- Angels In Hell
9- Into The Darkness You Go
10- How Can You Call Yourself A God


Videoclipe está disposto somente nesse link.
 

A revista Rolling Stone aponta Hendrix como o maior de todos os tempos

Veja a lista com as lendas

          Como capa da edição desse mês, a edição número 65 da versão brasileira da revista “Rolling Stone” publicou uma relação com os 100 maiores guitarristas de todos os tempos. E é claro que Jimi Hendrix ficou no 1º lugar. De acordo com a publicação, a lista foi preparada por "um seleto grupo de grandes guitarristas e especialistas". Na matéria, além da relação em si, há textos falando de cada um dos indicados, assinados por gente como Keith Richards (sobre Chuck Berry), Eddie Van Halen (sobre Eric Clapton) e Joe Perry (sobre Jimmy Page), entre outros.

A lista completa disposta logo abaixo.

1- Jimi Hendrix
2- Eric Clapton
3- Jimmy Page
4- Keith Richards
5- Jeff Beck
6- B.B. King
7- Chuck Berry
8- Eddie Van Halen
9- Duane Allman
10- Pete Townshend
11- George Harrisson
12- Stevie Ray Vaughan
13- Albert King
14- David Gilmour
15- Freddy King
16- Derek Trucks
17- Neil Young
18- Les Paul
19- James Burton
20- Carlos Santana
21- Chet Atkins
22- Frank Zappa
23- Buddy Guy
24- Angus Young
25- Tony Iommi
26- Brian May
27- Bo Diddley
28- Johnny Ramone
29- Scotty Moore
30- Elmore James
31- Ry Cooder
32- Billy Gibbons
33- Prince
34- Curtis Mayfield
35- John Lee Hooker
36- Randy Rhoads
37- Mick Taylor
38- The Steve Cropper
39- Steve Cropper
40- Tom Morello
41- Mick Ronson
42- Mike Bloomfield
43- Hubert Sumlin
44- Mark Knopfler
45- Link Wray
46- Jerry Garcia
47- Stephen Stills
48- Jonny Greenwood
49- Muddy Waters
50- Ritchie Blackmore
51- Johnny Marr
52- Clarence White
53- Otis Rush
54- Joe Walsh
55- Jonh Lennon
56- Albert Collins
57- Rory Gallagher
58- Peter Green
59- Robbie Robertson
60- Ron Asheton
61- Dickey Betts
62- Robert Fripp
63- Johnny Winter
64- Duane Eddy
65- Slash
66- Leslie West
67- T-Bone Walker
68- John McLaughlin
69- Richard Thompson
70- Jack White
71- Robert Johnson
72- John Frusciante
73- Kurt Cobain
74- Dick Dale
75- Joni Mitchell
76- Robbie Krieger
77- Willie Nelson
78- John Fahey
79- Mike Campbell
80- Buddy Holly
81- Lou Reed
82- Nels Cline
83- Eddie Hazel
84- Joe Perry
85- Andy Summers
86- J Mascis
87- James Hetfield
88- Carl Perkins
89- Bonnie Raitt
90- Tom Verlaine
91- Dave Davies
92- Dimebag Darrell
93- Paul Simon
94- Peter Buck
95- Roger McGuinn
96- Bruce Springsteen
97- Steve Jones
98- Alex Lifeson
99- Thurston Moore
100- Lindsey Buckingham

Robert Plant rejeita Led Zeppelin, mas tem nova banda.

Cantor trabalha com novos músicos
           O vocalista do Led Zeppelin, Robert Plant, está com uma nova banda no pedaço. Ela se chama Sensational Space Shifters e vai estrear como a atração principal do 30o aniversário do Womad Festival. O grupo tem, além de Plant, integrantes da banda Strange Sensation e Justin Adams. De acordo com matéria publicada no diário britânico “The Guardian”, o novo grupo se inspira “nas raízes do Mississippi, Appalachia, Gambia, Bristol e nas montanhas de Wolverhampton”.

           A anúncio do novo grupo de Robert Plant reafirma que o vocalista não quer mesmo um retorno do Led Zeppelin. Desde o show beneficente que o grupo fez, em dezembo de 2007, a expectativa pela reunião de Plant com o guitarrista Jimmy Page, o baixista John Paul Jones e o baterista Jason Bonham (filho de John) é grande, mas o vocalista sempre dá pra trás.  






Fonte: Rock em Geral

Ingressos para os shows de Bob Dylan custam até R$900,00

Ícone da música pop volta ao Brasil em abril, onde faz seis shows em cinco capitais: bilhetes podem ser comprados já na segunda, 27. 

         Foram anunciados na tarde dessa sexta-feira os valores dos ingressos e os esquemas de vendas para os shows que Bob Dylan no Brasil, em abril. O ingresso mais caro custa R$ 900 em (São Paulo), e o mais em conta sai por R$ 140 em (Porto Alegre). O músico toca no Rio de Janeiro, dia 15, no Citibank Hall em Brasília, dia 17, no Ginásio Nilson Nelson em Belo Horizonte, dia 19, no Chevrolet Hall em São Paulo, dias 21 e 22, no Credicard Hall e em Porto Alegre, dia 24, no Pepsi On Stage.

         Para o Rio e São Paulo, a pré-venda para clientes Credicard, Citibank e Diners começa em 27 de fevereiro, e o grande público pode adquirir ingressos para os shows nas duas cidades a partir de 5 de março. Não haverá pré-venda para os shows em Brasília, Belo Horizonte e Porto Alegre, onde o público pode adquirir ingressos a partir de 27 de fevereiro. Veja abaixo os esquemas de venda para cada cidade:



Rio de Janeiro
Citibank Hall: Av. Ayrton Senna, 3000 - Shopping Via Parque - Barra da Tijuca
Dia 15/4, domingo, 20h
Preços: R$ 800 (Cadeira Vip), R$ 700 (Cadeira Palco), R$ 600 (Cadeira Especial), R$ 550 (Cadeira Central), R$ 500 (Cadeira Lateral), R$ 800 (Camarote) ou R$ 550 (Poltrona)
Bilheteria Oficial: Citibank Hall: diariamente, das 12h às 20h - Av. Ayrton Senna, 3000 - Shopping Via Parque - Barra da Tijuca
Locais de venda: http://premier.ticketsforfun.com.br/content/outlets/agency.aspx
Central Tickets For Fun: 4003-5588 (válido para todo o país), das 9h às 21h, de segunda a sábado
Internet: www.ticketsforfun.com.br



Brasília
Ginásio Nilson Nelson: Setor SRPN - Ginásio de Esportes Nilson Nelson – Asa Norte
Dia 17/4, terça, 21h30
Preços: R$ 500 (Pista Premium), R$ 280 (Pista) ou R$ 240 (Arquibancada)
Bilheteria Oficial: Brasília Shopping: SCN Qd. 05 Bloco A Piso G1 - Brasília – Central de Ingressos. Horários: segunda à sábado das 10h às 22h / domingo das 14h às 20h
Locais de venda: http://premier.ticketsforfun.com.br/content/outlets/agency.aspx
Central Tickets For Fun: 4003-5588 (válido para todo o país), das 9h às 21h, de segunda a sábado
Internet: www.ticketsforfun.com.br



Belo Horizonte
Chevrolet Hall: Av. Nossa Senhora do Carmo, 230 – Savassi
Dia 19/4, quinta, 21h
Preços: R$ 180 (Pista 1º lote), R$ 200 (Pista 2º lote), R$ 220 (Pista 3º lote) ou R$ 240 (Pista 4º lote)
Bilheteria Oficial: Chevrolet Hall Av. Nossa Senhora do Carmo, 230 – Savassi – Segunda a sábado, das 12h às 20h / Domingos e feriados das 14h às 20h
Locais de venda: http://premier.ticketsforfun.com.br/content/outlets/agency.aspx
Central Tickets For Fun: 4003-5588 (válido para todo o país), das 9h às 21h, de segunda a sábado
Internet: www.ticketsforfun.com.br


São Paulo
Credicard Hall: Av. das Nações Unidas, 17.981 - Santo Amaro
Dias 21 e 22/4, sábado, 22h, e domingo, 20h
Preços: R$ 900 (Camarote I), R$ 800 (Camarote II), R$ 900 (Camarote Vip), R$ 750 (Cadeira I), R$ 650 (Cadeira II), R$ 550 (Poltrona I), R$ 450 (Poltrona II), R$ 250 (Plateia Superior I), R$ 200 (Plateia Superior II), R$ 180 (Plateia Superior III) ou R$ 150 (Visão Parcial - Plateia Superior)
Bilheteria Oficial: Credicard Hall - diariamente, das 12h às 20h - Av. das Nações Unidas, 17.981 - Santo Amaro
Locais de venda: http://premier.ticketsforfun.com.br/content/outlets/agency.aspx
Central Tickets For Fun: 4003-5588 (válido para todo o país), das 9h às 21h, de segunda a sábado
Internet: www.ticketsforfun.com.br


Porto Alegre
Pepsi on Stage: Av. Severo Dulius, 1995 - Porto Alegre
Dia 24/4, terça, 21h
Preços: R$ 140 (Pista – 1º lote), R$ 160 (Pista – 2º lote) ou R$ 180 (Mezanino)
Bilheteria Oficial: Multisom: segunda a sexta-feira, das 11h às 19h; sábado, das 09h às 17h - Rua dos Andradas, 1001 – Centro
Locais de venda: http://premier.ticketsforfun.com.br/content/outlets/agency.aspx
Central Tickets For Fun: 4003-5588 (válido para todo o país), das 9h às 21h, de segunda a sábado
Internet: www.ticketsforfun.com.br





Fonte: Rock em Geral

Black Sabbath deve ter umas 15 músicas "novas" diz Sharon

Grupo deve fazer show único nos Estados Unidos

            Em uma entrevista à “VH1 Radio Networks”, dos Estados Unidos, a esposa e empresária de Ozzy Osbourne, Sharon Osbourne, disse que as gravações do novo álbum do Black Sabbath vão muito bem. “Eles estão indo muito bem no estúdio. Eles já devem ter composto umas 15 músicas novas”, disse Sharon. O grupo - além de Ozzy, Tony Iommi e Geezer Butler -estão trabalhando no primeiro álbum em 33 anos, em Birmingham, onde Iommi reside, com o produtor Rick Rubin. O guitarrista prossegue o tratamento contra o câncer, diagnosticado em janeiro. 

            A empresária também revelou que o Black Sabbath deve fazer um único show nos Estados Unidos, em agosto. “Eles farão um grande show neste verão nos Estados Unidos, mas não posso dizer ainda, porque eu não posso anunciar o show, os promotores (do show) é que têm que fazer isso. Mas eles farão um show em agosto, juntos”. Sobre a participação do baterista Bill Ward, que diz não ter recebido um contrato “assinável”, Sharon foi sucinta: “Depende dele. A porta está aberta para ele se juntar a nós”.

          Na semana passada o Black Sabbath cancelou todas as datas da turnê de reunião, exceto a do Download Festival, por conta do tratamento a que o guitarrista Tony Iommi está se submetendo para curar um câncer. As datas foram substituídas por shows de “Ozzy & Friends”, que terão a participação de Geezer Butler, Slash e Zakk Wylde, entre outros. Não foi anunciado qual será o baterista do grupo, mas provavelmente Ward está fora.

Fãs podem fazer novo videoclipe do Nightwish

Grupo lança concurso

        Os fãs do Nightwish têm a oportunidade de fazer o novo videoclipe do grupo, através de um concurso promovido pelo grupo finlandês. A música escolhida é o novo single, “The Crow, The Owl And The Dove”, que faz parte do álbum “Imaginaerum”. A premiação para os vencedores inclui o encontro com a banda, ingressos para shows (próximos da residência dos vencedores), crédito e divulgação do clipe, entre outros. Quem quiser se inscrever deve ler o regulamento do concurso (em inglês) nesse link. O resultado sai no dia 10 de abril.

Lemmy grava álbum solo com Dave Grohl e Joan Jett

Disco conta com alguns convidados

          O líder do Motörhead e ícone do rock mundial, Lemmy Kilmister, está concluindo as gravações de um álbum solo. Entre os convidados estão o líder do Foo Fighters, Dave Grohl, Joan Jett, e as bandas The Damned, Skew Siskin, Reverend Horton Heat e Skunk Anansie. O título do disco e a data de lançamento ainda não foram definidos.


Fonte: Rock em Geral

Guitarrista do Aerosmith começa a escrever biografia

Joe Perry conta sua história
         O guitarrista do Aerosmith, Joe Perry, começa a escrever sua autobiografia nesta semana. “Começando oficialmente a escrever a biografia esta semana”, disse Perry no twitter. “Mais infos em breve: editora, possível data de lançamento, etc”, conclui o post.

         Já o vocalista do grupo, Steven Tyler, tem a sua biografia nas livrarias, inclusive no Brasil. “O Barulho na Minha Cabeça te Incomoda? - Uma História Feita de Rock ‘N’ Roll” deve virar filme, conforme notícias do ano passado.




Fonte: Rock em Geral

Ouça um trecho da nova música do Slash

Disco sai em maio

           Um pequeno trecho de uma nova música de Slash, “You’re A Lie”, pode ser escutada nesse link. A faixa faz parte do novo álbum do guitarrista, “Apocalyptic Love”, a ser lançado no dia 22 de maio. No disco, o grupo do guitarrista é apresentado como “Slash Featuring Myles Kennedy And the Conspitators”. Além de Slash e do vocalista Myles Kennedy, participaram das gravações Bobby Schneck (guitarra), Todd Kerns (baixo) e Brent Fitz (bateria). A produção do disco ficou por conta de Eric Valentine (Queens Of The Stone Age).

 Fonte: Rock em Geral

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Motörhead

Formação
Lemmy Kilmister - vocal e baixo
Phil Campbell - guitarra
Mikkey Dee - bateria

RESUMO

          Motörhead é uma banda de rock britânica, formada em 1975, na Inglaterra pelo vocalista, letrista e baixista Lemmy Kilmister. É conhecida pelo seu peso e velocidade, que influenciou muitas bandas de heavy, thrash metal e punk rock (James Hetfield, líder da banda norte - americana Metallica, disse numa entrevista, que a sua principal inspiração quando formou o Metallica, foi o Motörhead).

Biografia

         O baixista Lemmy Kilmister começou na música ainda na década de 1960, como roadie da banda de Jimi Hendrix. A sua estreia profissional no meio artístico dar-se-ia com a banda de rock psicodélico Hawkwind que alcançou alguns hits na década de 1970.

         Mais tarde Lemmy viria a ser despedido dos HawKwind por ter sido barrado no aeroporto do Canadá por porte de drogas (na verdade se tratava de anfetamina). Lemmy não cruza os braços e decide então montar a sua própria banda com o baterista Lucas Fox e Larry Wallis, chamando esta nova banda de Bastards, mas em seguida mudando o nome para Motörhead (uma gíria americana usada por viciados em anfetaminas) que foi o nome de sua última contribuição para os HawKwind. Lucas Fox foi trocado por Phil ("Philthy Animal") Taylor que era um músico amador e amigo de infância de Lemmy. Depois da gravação do que seria o primeiro álbum, On Parole, que não chegou a ser lançado pela gravadora por ser considerado pouco comercial, decidem chamar um segundo guitarrista para a banda, "Fast" Eddie Clarke. Larry Wallis logo sairia da banda, que voltaria então a ser um trio.

        O primeiro álbum (auto-intitulado) foi finalmente lançado em 1977 por uma gravadora pequena. Overkill, segundo álbum, foi o primeiro lançado por uma gravadora grande, em 1979, gerando o primeiro hit da banda, o cover "Louie Louie".

        Com Bomber (1979) e Ace Of Spades (1980) a banda alcançou o grande público e teve relançada a gravação inédita do princípio de carreira, On Parole, que havia sido desprezada pelas gravadoras quando de sua gravação original.

        Em 1982 o guitarrista original Fast Eddie abandonou a banda, sendo substituído por Brian Robertson (que havia tocado com o Thin Lizzy), que não esquentou lugar em virtude da péssima recepção por parte dos fãs (e por se negar a tocar algumas faixas antigas), sendo substituído por uma dupla de guitarristas, Mick Wurzel e Phil Campbell.

       O baterista original Phil Taylor também foi substituído por Pette Gill nesta mesma época. Philty ficaria fora da banda por pouco tempo, voltando logo após a gravação do clássico Orgasmatron de 1986 (cuja faixa título foi regravada pelo Sepultura). Com seu baterista original gravariam os discos Rock 'n' Roll e 1916. Na tour de 1916 Philty novamente abandonou a banda, sendo substituído por Mikkey Dee, baterista da banda de King Diamond.

        Em 1992 lançaram March ör Die, seu maior sucesso comercial, com participação do guitarrista Slash (Ex-Guns N' Roses) em diversas canções e uma parceria com Ozzy Osbourne na canção "Hellraiser" (também lançada por Ozzy no álbum No More Tears), presente no game Grand Theft Auto San Andreas e fartamente divulgada em rádios e MTV.

       Após desentendimentos com a gravadora Sony lançaram Bastards (1993) por um pequeno selo germânico, tendo pouca repercussão, assim como os discos que se seguiram.

       Após o lançamento do álbum Sacrifice o guitarrista Mick Wurzel abandonou a banda, que voltou a ser um trio.

      O ano de 2000 é marcado pelo aniversário de 25 anos do Motörhead com um show na Brixton Academy, que vira álbum três anos depois. Em 2004, a banda grava o disco Inferno e segue em turnê pelo Reino Unido em parceria com o Sepultura. Um ano depois, o Motörhead ganha o Grammy na categoria Melhor Performance de Metal.

      Nos anos seguintes o Motörhead grava mais três discos: “Kiss of Death” (2006), “Better Motörhead Than Dead: Live at Hammersmith” (2007) e “Motörizer” (2008).

      A banda esteve presente nas edições do Rock in Rio, Lisboa em 30 de maio de 2010 e no Rio de Janeiro em 25 de Setembro de 2011.

     Como prometido aos fãs, em 2010 eles voltaram aos estúdios e gravaram o álbum: The Wörld Is Yours.

Ace of Spades

        Álbum que saiu em outubro de 1980, é considerado por muitos como o ápice, o melhor momento registrado pelo Motörhead, o álbum que capturou a banda no seu auge. Com esse álbum a banda ganhava pela primeira vez notoriedade, aparecendo na capa do LP, no lugar da rotineira ilustração, fato que iria se repetir somente em 1996 com o Overnight Sensation. Ace of Spades, foi gravado com o produtor mais requisitado da época, Vic Maile. Com todo o sucesso, o disco tournou-se um dos maiores clássicos na história do Heavy Metal, fazendo do Motörhead um grande nome na cena metálica.

  Em 2000 a música "Ace of Spades" foi incluída trilha sonora do game Tony Hawk's Pro Skater 3.